Arquivo do mês: maio 2009

Notepad++: como inserir timestamp

If i would have to do so, i would make me familiar with N++ and look in all menus.

Look in TextFX – TextFX Insert – Date+Time short -> Crtl+F5

Look also in Preference – Shortcut mapper – Plugin commands – ID name 203/204
you can define your own shortcut.

Fonte: http://sourceforge.net/forum/message.php?msg_id=4824935

Rio Boat Show 2009

Fui sozinho na mostra no domingo que passou quase que exclusivamente para fazer o exame de Arrais Amador no stand da Marinha. Consegui passar (4 erros em 40 questões). Talvez vá outra vez se alguém lá de casa quiser ir.

Travessia, Rio/ Ilha Grande/Parati/Rio – A Saga

DSC01939

Partida da Marina do Engenho após abastecimento

Em post anterior relatei a previsão de partida para uma aventura no mar. Agora está na hora de contar. Preocupo-me em que a memória vá me trair a medida que o tempo passa. Bom vamos começar pela lista dos lugares onde passamos (lista gentilmente fornecida pela Cîntia, da C & L Vela):

saída da Marina da Glória
boca da barra pequena (entre Ilha da Lage e Forte São João)
Ilha de Cotunduba a BB
Ilhas Cagarras a BB e praias de Copacabana, Arpoador, Ipanema, Leblon, São Conrado a BE
Ilhas Tijucas e Barra da Tijuca a BE
Restinga de Marambaia a BE
Lage da Marambaia a BE
Ilha de Marambaia a BE
Ilha Grande com Farol dos Castelhanos a BB
parada no Saco do Céu
Ilha dos Macacos a BB
Parati (pernoite na Marina do Engenho)
Enseada de Parati Mirim passando entre a Ilha do Algodão e o continente
Ilha da Cotia
Saco Grande (onde pernoitamos)
Saco de Mamanguá (Bar do Zizinho)
Enseada do Pouso
Gruta do Acaía (Ilha Grande)
Abraão (pernoite na Ilha Grande)
Marina da Glória

Com auxílio da lista acima espero reavivar minha memória.

Para começar fiquei um pouco apreensivo com a saída à noite. Logo de início a apreensão se dissipou com a confirmação da maestria (que eu já conhecia de ouvir falar) dos nossos instrutores (os sócios, Cíntia e Lula, da C & L Vela). Logo de início tivemos nossa primeira lição de interpretação da sinalização no mar com a explicação sobre o significado das bóias em frente às cabeceiras do aeroporto Santos Dumont. Eu já tinha tido uma experiência onde havia invadido um pouco a “área de exclusão” que elas demarcavam. Foi explicado que o símbolo sobre a bóia indicava a direção da  área com perigo (conforme descobri depois estudando para o exame de Arrais Amador).

Saímos na quarta à noite. Havia comprado remédios antienjoo mas fiz a valentia de não tomá-los: “afinal nunca enjoei em um barco até agora”. Até agora! Quando as ondas começaram a sacudir o veleiro meu estômago entrou em ressonância causando-me uma profunda náusea. Como sou de vomitar difícil e também não coloquei nada no estômago (saí direto do trabalho para a Marina da Glória) não chamei nem o “Raul” e nem seu irmão “Hugo”. Minto, comi uns biscoitos no barco. Mas resisti assim mesmo apenas com uns arrotos. Anunciados os quartos de vigília fiquei para o de 3  às 5 (ou seria de 2 às 5?). Dorminhoco como sou fiquei preocupado de causar dificuldades para quem fosse me acordar. Acho que nem dormi até a hora. O veleiro motorou bastante na rota até perto da Ilha Grande. Não lembro dos detalhes. No meio do trajeto os ventos chegaram a 29 nós e o veleiro alcançou 8,2 nós (o máximo que ele já alcançou foi 12 nós, se não me engano).

Na parada no Saco do Céu eu não quis nadar. Também senti falta de não ter feito antes o curso básico (mas quis aproveitar a oportunidade dos feriados). Como a meteorologia (consultada através de um Smart Phone) indicava tempo instável resolveu-se que era melhor seguir para Parati. Lá atracamos na Marina do Engenho. Lá estava o Rapa Nui, veleiro que já pertenceu ao Amyr Klink, e também o Fábio e família no Plankton (eu o Beto o conhecemos na Rio Boat Show de 2006 quando o Plankton estava exposto no pier, quando vim ao Rio fazer a prova do concurso da Petrobras). Fui jantar no restaurante Punto Divino e tomar sorvete de Tiramissu perto de uma praça. Comprei também uma camisa de lembrança para dar a Iane (que acabei esquecendo no barco e ainda está na loja da C&L Vela esperando eu ir lá pegá-la).  Na volta aproveitei as ótimas instalações para tomar um delicioso e demorado banho quente.

(Continua na parte II)

a história da filosofia em 40 filmes

Um curso de filosofia com exibições de filmes correlatos e palestras  vai acontecer na A Caixa Cultural de 16 de maio de 2009 a 28 de fevereiro de 2010, sábados às 10h30, cinema da caixa cultural: Caixa Cultural RJ • Cinema 2, Av. Almirante Barroso, 25 • Centro, Rio de Janeiro , Tels.(21) 2544 4080 / 7666 • http://www.caixacultural.com.br. Vou marcar em vermelho o que não conseguir assistir na mostra. Em verde o que vi em DVD alugado. Em marron o que me lembro de já ter assistido recentemente.

Confira a programação:

MODULO 1 – O que é a filosofia?

16/05/09 –  Rashomon | Akira Kurosawa

23/05/09 –  Persona | Ingmar Bergman

30/05/09 –  Stalker | Andrei Tarkovsky

06/06/09 –  Blow-up | Michelangelo Antonioni

MODULO 2 – Questões estéticas

13/06/09 –  Morte em Veneza | Luchino Visconti

20/06/09 –  Oito e meio | Federico Fellini

27/06/09 –  Cidade dos sonhos | David Lynch

04/07/09 –  Asas do desejo | Wim Wenders

MÓDULO 3 – Mito e tragédia

11/07/09 –  Medéia | Pier Paolo Pasolini

18/07/09 –  Oldboy | Chan-wook Park

25/07/09 –  Ladrões de bicicleta | Vittorio De Sica

01/08/09 –  Crimes e pecados | Woody Allen

MÓDULO 4 – O existencialismo

08/08/09 –  A doce vida | Federico Fellini

15/08/09 –  Estranhos no paraíso | Jim Jarmusch

22/08/09 –  Acossado | Jean-Luc Godard

29/08/09 –  As coisas simples da vida | Edward Yang

MÓDULO 5 – O amor em fuga

05/09/09 –  Aurora | F. W. Murnau

12/09/09 –  Janela indiscreta | Alfred Hitchcock

19/09/09 –  Todas as mulheres do mundo /Domingos de Oliveira

26/09/09 –  O último metrô | François Truffaut

MÓDULO 6 – Morte e finitude

03/10/09 –  Nosferatu, o vampiro da noite | Werner Herzog

10/10/09 –  Hiroshima meu amor | Alain Resnais

17/10/09 –  Paris, Texas | Wim Wenders

24/10/09 –  O sétimo selo | Ingmar Bergman

MÓDULO 7 – História e violência

31/10/09 –  Ricardo III | Al Pacino

07/11/09 –  Macbeth | Roman Polanski

14/11/09 –  Dogville | Lars von Trier

21/11/09 –  Marcas da violência | David Cronenberg

MÓDULO 8 – O fascismo hoje

28/11/09 –  M, o vampiro de Düsseldorf | Frizt Lang

05/12/09 –  Taxi Driver | Martin Scorsese

12/12/09 –  Apocalypse now | Francis Ford Coppola

19/12/09 –  Laranja mecânica | Stanley Kubrick

MÓDULO 9 – Cinema e revolução

09/01/10 –  O anjo exterminador | Luis Buñuel

16/01/10 –  O encouraçado Potemkin | Sergei Eisenstein

23/01/10 –  O homem sem passado | Aki Kaurismaki

30/01/10 –  Nós que nos amávamos tanto | Ettora Scola

MÓDULO10 – O cinema nacional e a interpretação do Brasil

06/02/10 –  São Bernardo | Leon Hirszman

20/02/10 –  Deus e o diabo na terra do sol | Glauber Rocha

27/02/10 –  Brás Cubas | Julio Bressane

28/02/10 –  Macunaíma | Joaquim Pedro de Andrade

Fonte: Caixa Cultural promove evento que une cinema e filosofia

A pobreza das conexões

Eu não quero somente uma faceta da vida. Eu não quero a mediocridade destilada em pequenas quantidades. Eu quero o imediatismo de uma derrota brilhante no xadrez sofrida para um amigo com o qual compartilho dezenas de horas de conversas entre jogos, estratégia definida em anos e não somente as trocas rápidas e fugidias dentro de uma aplicação Facebook. Eu quero as discussões intensas sobre linguagens de programação esotéricas cunhadas em um des/entendimento mútuo e não somente opiniões (mal) explicadas em cento e quarenta caracteres ou menos. Eu quero o entendimento da transcendência que você vê no jazz e eu vejo no blues, refinada por notas dedilhadas aqui e ali, pelo retorno de uma sessão tocante entre mestres de outrora e do presente, e não por um endereço Web, uma experiência por proxy.

E, acima de tudo, eu quero o tempo necessário para os demônios que me assombram.

Ronaldo Melo Ferraz

Leia mais em A pobreza das conexões.