Arquivo da categoria: Música

Belchior

1477672378_477741_1477674655_noticia_normal

O cantor e compositor Belchior, expoente da música popular brasileira por suas letras contestatórias, melancólicas e irônicas, morreu neste sábado aos 70 anos.

[…]

O compositor, autor de sucessos como Medo de avião, Velha roupa colorida e Apenas um rapaz latino-americanoteve o auge da carreira nos anos 70, com discos próprios e gravações de intérpretes como Elis Regina, que transformou Como nosso pais, composta pelo cearense, em hino de uma época. Em 1976 gravaria o disco Alucinação,que o consolidaria no cenário musical nacional, ao lado de outros músicos conhecidos como “pessoal do Ceará”. “Belchior trancou a matrícula no curso de medicina e se mandou, cantou na ‘barra pesada’ e venceu com Hora do almoço um festival universitário de âmbito nacional.

El País

Adeus Greg Lake

A minha atração por tudo que produziu o grupo ELP começou com o álbum Pictures At An Exhibition, composição do Mussorgsky. Depois adorei Trilogy, Works etc. E as composições do Greg Lake são maviosas.

ROCINO CRISPIM E REGIONAL CABOCLO TOCAM LUIZ AMERICANO

Fui no show com um colega de trabalho que tinha conseguido dois ingressos. Eu só sabia que seria uma apresentação de chorinho. Para minha surpresa tocaram Luís Americano, saxofonista nascido em Sergipe. Já tinha ouvido falar dele no show Ventos do Norte, do Leo Gandelman.

Links relacionados:

The Gift of Satoshi

WDR Big Band feat. Jacob Collier – I wish | WDR

Primeiro fim de semana no Festival de Jazz de Rio das Ostras

jazz-rio-das-ostras-1

jazz-rio-das-ostras-2

Fomos eu e Mateus de carro. Conseguimos chegar a tempo do show do Pepeu Gomes no sábado. Antes do Rick Strin & The Nightcats, 2:00, resolvermos ir embora. Dormimos em Arraial do Cabo no apartamento de uma colega de trabalho (na Prainha) e saímos depois das 7:00 voltando para o Rio. Fomos comendo oleaginosas pelo caminho e quando chegamos almoçamos uma “chapa mista” para dois no Picanha da Praia. Voltamos a comer nos quiosques do palco da Costa Azul. Pão de queijo, pizza (Mateus) e churrasquinho. Na volta mais oleaginosas com uma barra de chocolate Ouro Negro.

Assistimos os seguintes shows no sábado:

  • Iriry 14:15
    • Pepeu Gomes
  • Tartaruga 17:15
    • Marcus Miller
  • Costa Azul 20:00
    • Afro Jazz
    • Larry MacCray
    • Raul Midón

 

Marcus Miller é muito bom mas os seus “brasses” são ótimos também.

Comprei o CD do Larry McCray. Não deu para esperar na fila para ele autografar. Mateus e eu notamos que ele fala muito rápido. Na fila para uma tentativa de autógrafo no CD alguém falou que conhecia o pessoal de Louisiana (de onde disse que o MacCray era) e que eles não falam, “latem”.

Raul Midón foi uma surpresa maravilhosa. Um músico super talentoso, ele próprio um “instrumento”. Impressionante.

Veja também Raul Midon: “Tembererana” no TED.

Perdemos os shows de Duca Belintani, por chegar tarde, e o dos Rick Strin & The Nightcats por voltar mais cedo.


No dia anterior tocaram Orquestra Kuarup e Carlos Malta e Pife Muderno, que também perdemos por causa de ser dia de semana.



Na próxima semana tem mais.

jazz-rio-das-ostras-3

Veja o post anterior sobre o festival.

3º Festival Internacional de Músicos de Metrô no Rio de 12 a 16 de agosto

Red Bull Sounderground