Arquivo da categoria: Cidade & Região

Dawn I em Aratu

Dawn I in Aratu

A regata Aratu-Maragogipe de 2017, dita RAM 2017, foi adiada para o dia 9 de setembro. Estávamos na Marina de Aratu com antecedência. A regata seria no sábado, dia 26 de agosto. Um acidente em Mar Grande com uma embarcação de passageiros causou grande  comoção na Bahia e o pesar geral levou ao adiamento pelos organizadores da regata.

Chegamos à marina no início da semana para alguns treinos. Tivemos a orientação valiosa de Luis Poesia, velejador de cruzeiro e skipper com vasta .experiência e sabedoria bem-humorada. Inexplicavelmente ou estranhamente, como achou o Kan Chuh, durante os treinos o estai de proa foi visto balançando pelo Poesia lá na frente causando extremo nervosismo a todos. Poesia bradava que o mastro iria cair, muito preocupado. Relatou depois que já teve experiência com queda de mastro e encontramos  uma referência a isto no veleiro, net. Não teríamos muito o que contar do nosso cotidiano não fossem os imprevistos perigos a nos espreitar do recôndito do reino dos eventos silenciosos e discretos que afloram de repente se expressando como um pino solto e uma uma cupilha misteriosamente desaparecida.

Como Hermes é o eterno viajante, sempre na estrada entre o aquém e o além, ele é o deus do périplo, da viagem além do último horizonte, do existir como travessia contínua. Sob sua tutela, “viver é muito perigoso” (ROSA, 1970), porque se concebe prenhe de experiências, que conduzem o homem a atravessar o derradeiro limite do humano. Périplo, perigo, experiência são palavras que atuam dentro do mesmo campo semântico, porque constelam-se ao redor do radical per –:

De fato, perigoso e experiência têm o mesmo radical: per-. De per- se formou o verbo grego perao, que significa originariamente: atravessar, e o substantivo peras: limite. O viver é perigoso porque se dá como experiência (CASTRO, 2002, 67).

Fonte: O UNIVERSO ROSIANO DAS TERCEIRAS ESTÓRIAS(PARTE 1)

Mar fosforescente

Sob a orientação sábia do Poesia, e a minha estupefação, Mateus correu para baixar a vela grande e assim evitar uma pressão que derrubasse o cambaleante mastro. Optou por manter a genoa no lugar como uma espécie de substituta de “fortuna” do estai agora inoperante. Poesia não conseguiu me confiar o timão apesar de eu pedir com o intuito de liberá-lo para ajudar Mateus. Os cabos ociosos usados com o balão foram presos no proa para substituir o estai. Depois baixou-se a genoa e voltamos ao cais no motor. Fiquei imaginando o que aconteceria se o estai soltasse durante as nossas velejadas que fizemos pela manhã sem o Poesia. Ao chegar no cais e durante a atracação Mateus viu o improvável. O pino do estai de proa ameaçava ir para água a dois centímetros da borda da proa.

Depois que o Poesia terminou com a gente embarcou o Carlinhos, nascido numa canoa, que “tocou” o barco como um virtuosi dos violinos trimando para a máxima performance, principalmente na orça, sua especialidade. Ganhando sempre corremos em match race contra Kan Chuh, Rafael e Murillo Novaes num outro Skipper 6.5. Uma vez até a bóia número 2 na Baía de Todos os Santos e outra na Baía de Aratu. Depois fomos ao churrasco oferecido pelo Barreto. Nas conversas durante o churrasco Barreto falou de um minitransat de madeira que um francês queria vender mas não podia por causa de lei ou normas fiscalizadas pela Receita Federal.

c0d973936c03f13749e897fc651a3535

Uma curiosidade também foi sobre uma estratégia para enfrentar furacões: plantar barcos.

furacaoluis001

Mateus, depois das velejadas, teve despertado o interesse pela literatura de vela que possuo. Tem lido pesadamente Navegar é Fácil, Nigel Calder e sobre nós, inclusive no Ashley.

 

Achamos também, perdidos na minha “vasta biblioteca” os livros “Vela e prancha para todos”, do Bob Bond, e “Cartilha de navegação”, de Luciene Strada.

 

Anúncios

I Fim de Semana de Vela

185

Divulgada a programação completa do I Fim de Semana de Vela da Baía de Aratu! O evento, que acontece nos dias 18, 19 e 20 de agosto traz três dias intensos de palestras, regatas, Feira do Rolo, música e muita troca de experiência entre os participantes, que podem aproveitar a oportunidade para disputarem um belo esquente para a Regata Aratu-Maragojipe! Participe!

PROGRAMAÇÃO

Sexta-Feira |18 / 08 / 2017

• 19h: Palestra sobre Meteorologia (AIC) | Palestrante: David Xará
• 20h: Som ao Vivo (AIC)

Sábado | 19/ 08 / 2017

• 08h – Feira do Rolo – Produtos Novos e Usados (AIC)
• 10h – Palestra: Regras de Regata | Travessias e Delivery (AIC)
Palestrante: Leonardo Chicourel

• 13h – Regata de Percurso Baía de Aratu (Veleiros de Oceano) | Regatas Barla – Sota (Optmist)
(Chegada na Marina Aratu)
• 16h – Happy Hour com Coquetel (Marina Aratu)

Domingo | 20/ 08 / 2017

• 08h – Feira do Rolo – Produtos Novos e Usados (AIC)
• 12h – 02 Barla-Sota (Dentro da Baía de Aratu) / Regatas Barla – Sota (Optmist)
• 16h – Coquetel de Premiação (AIC)

Aratu Iate Clube

Regata Aratu-Maragogipe 2017 (48 anos)

dbotpuzwaaabgku

O Evento

Origem

A regata nasceu no ano de 1969 com a denominação de “Regata de São Bartolomeu”, em homenagem ao Santo padroeiro da cidade de Maragojipe. Nas primeiras edições do evento a grande maioria das embarcações participantes era composta pelos tradicionais saveiros, muito comuns e numerosos na época. Decorridos os anos, os modernos veleiros de Oceano passaram a ser os protagonistas, distribuídos em mais de vinte classes. Os tradicionais “Saveiros de Vela de Içar”, hoje em extinção, também dão grande beleza ao evento. Abertura Oficial O evento tem início no dia 25 de agosto, à noite, com uma grande Cerimônia de Abertura na qual reunirá autoridades governamentais, velejadores, imprensa, patrocinadores e convidados, na sede do Aratu Iate Clube. Público estimado em 1.200 pessoas.

A Competição

A competição será no sábado, dia 26 de agosto, com três largadas para as diversas classes inscritas, a partir das 10 horas da manhã, na raia montada entre o Farolete da Base Naval de Aratu e Ilha de Maré. A 48ª Regata Aratu-Maragojipe é uma realização do Aratu Iate Clube, em parceria com a Via Náutica Consultoria & Eventos, empresa coordenadora do evento. A expectativa é reunir cerca de 300 embarcações, entre veleiros de Oceano, saveiros e escunas a Vela. Participam mais de 1.500 tripulantes, o que faz dela um dos maiores eventos náuticos da América Latina. As inscrições são feitas exclusivamente pelo site www.aratumaragojipe.com.br. Belos posts e informações atualizadas também podem ser acessados na página do Facebook – Regata Aratu Maragojipe.

Bolsa de Tripulantes

A Regata Aratu-Maragojipe é uma competição democrática! Os interessados em acompanhar a prova, que não têm embarcação, podem participar do evento como tripulantes. Para isso, basta acessar o link da Bolsa de Tripulantes aqui no site e preencher um breve formulário com suas experiências a bordo. O que não vale é ficar de fora!

Ações Sócio-Ambientais

Preocupados com as questões ligadas à preservação ambiental, em particular com a escassez de água que assola boa parte do planeta, a Regata Aratu-Maragojipe, como um evento de grande visibilidade e de profunda ligação com a natureza, não poderia se esquivar da obrigação de colaborar na conscientização do uso racional da água. Dessa forma, lança em paralelo à realização do evento, a campanha “Quem é do mar sabe economizar”. Ter água limitada a bordo faz com que os velejadores criem automaticamente uma cultura de economia e uso racional da maior riqueza natural da humanidade. Tal comportamento acaba sendo levado para o seu dia a dia, para a sua casa, a sua família, o seu trabalho, tornando-se um importante multiplicador dessa prática salutar e necessária dentro da sociedade. A 48ª Regata Aratu-Maragojipe é uma das mensageiras e catalisadoras dessa positiva campanha.

Abre-alas da 48ª Aratu-Maragojipe terá presença de campeão mundial

O campeão mundial Bruno Jacob será o grande destaque do “Abre-Alas” da 48ª Regata Aratu-Maragojipe no próximo dia 26 de agosto, quando cerca de 100 jet skis farão, mais uma vez, uma participação especial no evento. A intenção da Organização da regata é chamar a atenção para o uso correto do equipamento. Todos os participantes estarão com adesivos trazendo a mensagem “Sou um piloto consciente, seja também!”

Grandes nomes do Iatismo

A Regata Aratu-Maragojipe é também conhecida por atrair grandes nomes do Iatismo mundial, como Torben Grael e Lars Grael. Torben, juntamente com sua família, competiu em 2010 a bordo de um Saveiro Vela de Içar e ficou encantado com a beleza do evento. Já Lars Grael participou de diversas edições. Em 2014, Lars Grael fez questão de competir em seu próprio veleiro, o Tangará II, sagrando-se campeão em sua classe. Em diversas oportunidades, inclusive em praça pública, utilizando os microfones no momento de receber o seu prêmio, declarou que a Regata Aratu-Maragojipe é uma das melhores regatas do mundo!

Percurso Ímpar

A Regata Aratu-Maragojipe tem uma grande e marcante particularidade. É uma competição de mar e rio. Metade do percurso nas águas da bela Baía de Todos os Santos, a outra dentro das águas do Rio Paraguaçu, de muitas lendas, mas também muitos fatos históricos, como as batalhas pela Independência da Bahia. Quem participa desta regata não esquece a beleza das paisagens, das construções seculares, das ilhas e farta vegetação, do vento constante e temperatura agradável, das águas calmas do Rio Paraguaçu, do entardecer calmo na enseada do Rio Guaí, tendo a cidade de Maragojipe como pano de fundo.

Premiação

Com a chegada dos velejadores em Maragojipe a festa está completa! A cidade celebra o seu santo padroeiro, São Bartolomeu, e durante todo o mês de agosto permanece em clima de euforia. A regata oferece um jantar aos participantes até às 21h e logo em seguida inicia-se a Cerimônia de Premiação nas proximidades do cais de Maragojipe, com muita alegria, comemoração e sensação de dever cumprido. Encerrada a premiação, os velejadores seguem para a praça central da cidade para juntar-se ao grande público a fim de prestigiarem as apresentações de grandes nomes da música baiana e brasileira em um palco montado ao lado da Igreja Matriz. Os velejadores pernoitam em seus barcos e no domingo tem o seu retorno livre para Salvador.

Contatos: Via Náutica Consultoria & Eventos

Marcelo Fróes | (71) 99912-4126 | vianautica.nautica@yahoo.com.br

PROGRAMAÇÃO | 48ª REGATA ARATU MARAGOJIPE

CERIMÔNIA DE ABERTURA

Dia 25 de Agosto – Sexta-Feira
Local: Sede do Aratu Iate Clube
18h30 – Apresentação da Banda “Terra Brasilis”, com o melhor do samba tradicional.
19h00 – Reunião de Comandantes – Aspectos técnicos da competição com o Gerente Técnico da Regata, André Costa.
20h30 – Abertura Oficial com a presença de autoridades, patrocinadores, Imprensa e comunidade náutica.
21h30 – Show Musical com a banda “Estakazero Acústico”, com Léo Macedo.
00h00 – Encerramento

COMPETIÇÃO

Dia 26 de Agosto – Sábado
Largadas
Vide Aviso de Regata e Instruções de Regata para maiores detalhes sobre Classes x Largadas.

CHEGADA EM MARAGOJIPE

Dia 26 de Agosto – Sábado
18h00 – Fechamento da raia
18h00 às 21h00 – Jantar para Velejadores (Antigo Mercado Municipal), em frente ao píer. (Apresentação obrigatória do cupom de acesso ao local do jantar, entregues juntamente com o kit para as embarcações inscritas).
21h30 – Cerimônia e Premiação
22h30 – Encerramento

FESTA DE SÃO BARTOLOMEU

Após o encerramento da premiação, os velejadores estão convidados a assistir os shows que acontecem na praça principal de Maragojipe, parte alta da cidade, cerca de 1,5 km do local da premiação.
Maiores informações entrar em contato com o Aratu Iate Clube (71) 3216-7444 / aratuclube@uol.com.br ou com a Via Náutica Consultoria & Eventos (71) 9.912-4126 / vianautica.nautica@yahoo.com.br

Minitransats inscritos:

  1. 042 MARATU BARRETO DOREA
  2. 055 VMAX-5 SERGIO VINICIUS
  3. 056 NINA KAN CHUH
  4. 057 DAWN I FRANCISCO ARY
  5. 068 VMAX-6 KARINA SANTOS

Nota: Os minitransats largam no Grupo 2 às 10:30.

[Atualização]

Em razão do pesar pelas vítimas de Mar Grande a regata foi adiada.

Veja abaixo a nova programação:

08/09/17 – Sexta feira 19:00 horas Reunião de comandantes – Aratu Iate Clube

09/09/17 – Sábado

  • 10:00 horas Largada do Grupo 1
  • 10:30 horas Largada do Grupo 2
  • 10:45 horas Largada do Grupo 3

Continuar lendo

Terra plana brasilis

cee01d6779cac4f7ea959aba07ecf265

O Brasil também se tornou plano num planeta cada vez mais chato.

Chato na terraplanagem das ideias. Sem relevos e aplainado pela lâmina afiada dos preconceitos e burrice extrema. O subhomem, o moderno, o “homem de bem” vocifera incessantemente seu credo moral do fundo do seu nilismo que nunca pode ultrapassar a linha. Numa convolução infinita retrai-se em suas entranhas de onde projeta sua bílis, excremento e sangue ruim.

Não há luz no fim do túnel. Não há nem mesmo túnel para lugar algum. Submergimos cada vez mais numa anomia extremada.

Invertendo Nietzsche subvaloramos cada vez mais. A vida somente como sobrevivência é auto-imposta pelo animal triste que se tornou o homem. Um rebanho que nenhuma ave de rapina pode mais melhorar…

Como é morar no Algarve

PORTUGAL  /  8 de junho de 2017

Muita gente confunde o Algarve com uma cidade, porém é importante que você saiba que é uma região. Para que você se localize, a região do Algarve fica no extremo sul de Portugal e também é conhecida como o Distrito de Faro, tendo Faro como a cidade mais populosa e capital deste Distrito.

Um destino turístico

Com uma beleza natural exuberante e praias lindas e com águas mais quentes, o Algarve é sem dúvida um dos destinos preferidos dos turistas de Portugal (31%) e de países europeus como Reino Unido (22%), Alemanha (10%), França (8%), Irlanda (8%), Espanha (7%) e Holanda (3%).

O estudo foi publicado pela Universidade do Algarve em 2016.

Cidades do Algarve

Com 16 municípios, a região é composta pelas cidades de Albufeira, Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Faro, Lagoa, Lagos, Loulé, Monchique, Olhão, Portimão, São Brás de Alportel, Silves, Tavira, Vila do Bispo e Vila Real de Santo António, porém Faro é a capital do distrito e a cidade mais populosa com 65 mil habitantes.

Custo de vida

O Algarve está sempre na mira dos turistas portugueses e de outros países da Europa, especialmente a Alemanha e o Reino Unido.

Por isso, o custo de vida varia muito entre as estações, pois no verão as coisas tendem a ficar mais caras na região portuguesa que é considerada uma das mais lindas de toda a Europa. Sabia que o Algarve foi eleito o melhor lugar do mundo para viver a aposentadoria?

Comparação com a capital

A relação de valores entre a capital do país, Lisboa, e a cidade de Faro, por exemplo, no quesito aluguel de casa, pode ter uma diferença de quase 50% para menos.

Ou seja, além de ser uma região linda, optar por morar no Algarve pode ser uma boa pedida para quem quer fugir do caos e da correria do dia a dia em uma capital badalada como Lisboa.

Como é morar no algarve

Além de aproveitar a região para descansar nas férias, muitos destes turistas resolvem ficar e fixar residência, especialmente em Faro, Lados, Portimão e Albufeira, outras cidades da região do Algarve.

Trabalho

O turismo é a principal atividade econômica da região, portanto se você pretende morar no Algarve, provavelmente terá que procurar trabalho em hotéis, restaurantes e empresas prestadoras de serviços relacionados ao turismo. Aliás, a região é a única no país que registra um crescimento de população não tendo uma grande concentração urbana como Lisboa e Porto.

Veja como é morar em Lisboa e Porto.

Estudar na universidade no Algarve

A Universidade do Algarve (UAlg) tem sua sede na cidade de Faro, porém possui outros quatro campi, tendo um inclusive na cidade de Portimão.

Com mais de 10 mil alunos, a instituição de ensino superior possui três faculdades (Ciências e Tecnologia, Ciências Humanas e Sociais, Economia), três escolas superiores (educação, comunicação, gestão, hotelaria, turismo e saúde) e um instituto, o de engenharia.

Já falamos também de como você pode obter o visto de estudante para Portugal.

Morar no Algarve para aposentados

Com praias, paisagens, um custo de vida possível e um clima considerado excelente, a região do Algarve está sempre no radar das pessoas que estão aposentadas (ou quase) e procuram um lugar para descansar e usufruir.

O clima algarvio é composto de verões quentes e longos, de um inverno curto e com temperaturas amenas, ou seja, é bom para quem busca dias com mais horas de sol no continente europeu que tem a fama de ser cinza e chuvoso.

Além disso, no Aeroporto Internacional de Faro operam diversas companhias aéreas que fazem voos para vários países europeus.

Se está a pensar em viver em Portugal depois de aposentar, então aproveite e veja os benefícios fiscais para aposentados em Portugal.

Distância entre o Algarve e Lisboa

Faro fica a 280 km da capital Lisboa, num trajeto que pode ser feito pela Autoestrada 2 (A2) em aproximadamente 2h45 minutos de carro. Dependendo da pressa e disponibilidade financeira, é possível ir de avião e a viagem dura apenas 40 minutos. Veja como é morar em Lisboa

Vantagens e desvantagens de morar no sul de Portugal

Vantagens e desvantagens de morar no Algarve

Vantagens

Praias lindas, temperaturas amenas durante todo o ano, tranquilidade e qualidade de vida podem ser as maiores vantagens que você vai encontrar ao morar no Algarve.

A região é linda e tem praias que, ano após ano, são eleitas pelos europeus como bons destinos para se visitar. Além disso, você estará morando em Portugal e se a língua é um empecilho, você vai conversar com as pessoas e entender o que elas dizem.

Desvantagens

Claro que morar no paraíso tem coisas boas, mas algumas coisas podem não ser tão boas assim.Das coisas não tão boas assim, o custo de alugar ou comprar uma casa exigem um pouco de calma na hora de encontrar o imóvel ideal.

Isso porque como os turistas, especialmente os do Reino Unido, invadem a região no verão, os preços tendem a subir e para quem pretende morar no Algarve isso precisa ser levado em conta.

Outra região muito semelhante ao Algarve é Cascais, e já escrevemos como é morar em Cascais.

Curiosidades

Se você optar por morar no Algarve, especialmente entre Faro e Albufeira, é possível que no verão você encontre, no supermercado ou em algum restaurante, com pessoas muito famosas. A maioria dos jogadores de futebol com reconhecimento mundial correm para o Algarve no verão em busca de sossego e excelentes dias de sol.

Na região, o melhor jogador de futebol do mundo, Cristiano Ronaldo, tem uma casa e outro português famoso do mundo da bola que adora as praias do Algarve é Luis Figo.

Ayrton Senna morava no Algarve

Você sabia que o piloto brasileiro Ayrton Senna tinha uma mansão no Algarve?! Pois é, o piloto de Fórmula 1 que faleceu em 1994, tinha um casarão na Quinta do Lago.

Em 2015 a propriedade estava a venda pela bagatela de € 9,5 milhões de euros. A casa tem 900 metros de área privativa, seis quartos, sete banheiros, uma cozinha enorme, várias salas, área interna e externa para jogos e uma piscina digna de filmes de Hollywood.

Euro Dicas

Festival Varilux de Cinema Francês em Aracaju

vai-comecar-o-festival-varilux-de-cinema-frances-2017-no-cine-jardins_620_

O Festival

FESTIVAL VARILUX 2017 TRAZ OS MAIS RECENTES FILMES DE CATHERINE DENEUVE, GÉRARD DEPARDIEU, JULIETTE BINOCHE, MARION COTILLARD, GUILLAUME CANET E OMAR SY

EVENTO CHEGA A 55 CIDADES E APRESENTA 19 PRODUÇÕES DA CINEMATOGRAFIA FRANCESA. PROMOVE AINDA SESSÕES EDUCATIVAS E DEMOCRÁTICAS, LABORATORIO DE ROTEIROS E MESA-REDONDA COM ‘AMANHÃ’, DOCUMENTÁRIO VISTO POR MAIS DE UM MILHÃO DE PESSOAS

O Festival Varilux de Cinema Francês segue em pleno crescimento e registra um recorde do evento no Brasil. A edição de 20ic17, entre os dias 7 e 21 de junho, chega a mais de 55 cidades, distribuídas em 21 estados e Distrito Federal. A programação deste ano é composta por 19 produções inéditas nos cinemas brasileiros, incluindo um documentário e um clássico. Os maiores astros do cinema francês estarão presentes na seleção: o público poderá conferir os mais recentes trabalhos de Catherine Deneuve, Gérard Depardieu, Juliette Binoche, Marion Cotillard, Guillaume Canet, Omar Sy e Cécile de France. Outro destaque é à última atuação da inesquecível Emmanuelle Riva, falecida em janeiro último, em “Perdidos em Paris”.

São Paulo e Rio de Janeiro recebem a delegação formada por diretores e atores das várias  produções e que participam de debates com o público. Como nas edições anteriores, algumas cidades realizam sessões educativas e sessões de democratização em locais alternativos ou com pouco acesso a cinemas, gratuitas ou com preço especial. As sessões educativas estão previstas com o filme “A Viagem de Fanny”, de Lou Doillon, e o documentário “Amanhã”, codirigido por Cyril Dion e pela atriz Mélanie Laurent.

O Festival oferece ao público novas atividades paralelas este ano, com a organização de mesas-redondas e sessões democráticas em varias cidades, em parceria com as Alianças Francesas do Brasil e ColaborAmerica, também para refletir sobre temas ambientais abordados em “Amanhã”. A primeira será dia 10 de junho, no Rio de Janeiro. Sucesso na França, o filme já foi visto por mais de 1 milhão de pessoas e premiado com o César de melhor documentário em 2016. Para realizar a obra, a dupla de diretores viajou por vários países para retratar pioneiros que reinventam agricultura, energia, economia, democracia e educação. Conheceram iniciativas positivas e concretas já funcionamento e que sinalizam o que pode se  tornar o mundo no futuro.

Sucesso de público em 2016, quando levou 156 mil pessoas aos cinemas, o festival repete o formato do ano passado com duas semanas de exibição. Produzido pela Bonfilm, o evento tem patrocínio principal da Varilux/Essilor, Ministério da Cultura através da Lei Federal de Incentivo à Cultura e Secretaria de Estado de Cultura, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro.

 FILMES E ARTISTAS CONFIRMADOS

O Festival conta com 19 filmes na programação. Entre eles, “Um Instante de Amor”, de Nicole Garcia, com atuação elogiada de Marion Cotillard, ganhadora do Oscar de 2008 por “Piaf – Um hino ao amor”; “Rock’n roll – Por trás da fama, comédia auto-satírica de Guillaume Canet, e “Frantz”, o mais recente filme de François Ozon, uma surpreendente adaptação do filme de Ernest Lubitsch de 1932, com o novo astro do cinema francês Pierre Niney (“Yves Saint Laurent”).

Seguindo a tradição de exibir um clássico do cinema francês, o Festival Varilux traz a reconhecida comédia-musical “Duas Garotas Românticas” (“Les Demoiselles de Rochefort”), de Jacques Demy e Agnès Varda, que completa 50 anos em 2017. O longa, com Catherine Deneuve, foi indicado ao Oscar de melhor trilha sonora em 1969.

Até o momento, a delegação conta com sete artistas franceses que irão apresentar seus filmes. São eles: Dominique Abel e Fiona Gordon, diretores e atores de “Perdidos em Paris” (“Paris Pieds Nus”, de 2017), que completam 40 anos de carreira; o rapper e ator Sadek, de “Tour de France” (2016); a diretora Noémie Saglio e a atriz  Camille Cottin, de “Tal Mãe, tal Filha” (“Telle Mère, telle Fille”, de 2016); e o diretor Olivier Peyon ator Ramzy Bedia e a atriz Maria Dupláa de “O Filho Uruguaio” (“Une Vie Ailleurs”, de 2017). A delegação estará presente na abertura do Festival em São Paulo, dia 7 de junho, e no Rio de Janeiro, no dia 8, assim como em sessões de seus filmes nas duas cidades.

http://variluxcinefrances.com/2017/

Filmes vistos:

Programação (com stars do IMDB):

11/6 Domingo

CINEMARK SHOPPING JARDINS

  1. 14:00 DUAS GAROTAS ROMÂNTICAS 7.7
  2. 16:40 UM PERFIL PARA DOIS 6.4
  3. 18:55 RODIN 4.5
  4. 21:30 FRANTZ 7.5

CINEMA VITÓRIA

  1. 13:30 UMA AGENTE MUITO LOUCA 5.2
  2. 15:35 O FILHO URUGUAIO 6.5
  3. 17:35 UM INSTANTE DE AMOR 6.7
  4. 19:55 TAL MÃE, TAL FILHA 5.3

12/6 Segunda

CINEMARK SHOPPING JARDINS

  1. 14:00 UM PERFIL PARA DOIS 6.4
  2. 16:15 TAL MÃE, TAL FILHA 5.3
  3. 18:25 NA CAMA COM VICTORIA 6.5
  4. 20:40 UM INSTANTE DE AMOR 6.7

CINEMA VITÓRIA

  1. 13:30 AMANHà8.1
  2. 15:50 FRANTZ 7.5
  3. 18:00 A VIAGEM DE FANNY 6.8
  4. 20:00 CORAÇÃO E ALMA 7.3

13/6 Terça

CINEMARK SHOPPING JARDINS

  1. 14:00 CORAÇÃO E ALMA 7.3
  2. 16:15 O FILHO URUGUAIO 6.5
  3. 18:30 A VIDA DE UMA MULHER 7.1
  4. 21:05 UMA AGENTE MUITO LOUCA 5.2

CINEMA VITÓRIA

  1. 13:30 O FILHO URUGUAIO 6.5
  2. 15:30 O REENCONTRO 7.3
  3. 17:50 NA CAMA COM VICTORIA 6.5
  4. 19:50 NA VERTICAL 6.5

14/6 Quarta

CINEMARK SHOPPING JARDINS

  1. 14:00 NA CAMA COM VICTORIA 6.5
  2. 16:15 ROCK’N ROLL – POR TRÁS DA FAMA 6.5
  3. 18:55 O FILHO URUGUAIO 6.5
  4. 21:10 TOUR DE FRANCE 5.7

CINEMA VITÓRIA

  1. 13:30 UM INSTANTE DE AMOR 6.7
  2. 15:50 RODIN 4.5
  3. 18:10 UMA AGENTE MUITO LOUCA 5.2
  4. 20:15 NA CAMA COM VICTORIA 6.5

15/6 Quinta

CINEMARK SHOPPING JARDINS

  1. 18:45 TAL MÃE, TAL FILHA 5.3

CINEMA VITÓRIA

  1. 13:00 CORAÇÃO E ALMA 7.3
  2. 15:00 ROCK’N ROLL – POR TRÁS DA FAMA 6.5
  3. 17:25 FRANTZ 7.5
  4. 19:40 A VIDA DE UMA MULHER 7.1

16/6 Sexta

CINEMARK SHOPPING JARDINS

  1. 18:45 ROCK’N ROLL – POR TRÁS DA FAMA 6.5

CINEMA VITÓRIA

  1. 14:00 PERDIDOS EM PARIS 6.6
  2. 15:45 UMA AGENTE MUITO LOUCA 5.2
  3. 17:50 NA VERTICAL 6.5
  4. 19:50 O REENCONTRO 7.3

17/6 Sábado

CINEMARK SHOPPING JARDINS

  1. 18:45 UMA FAMÍLIA DE DOIS 6.4

CINEMA VITÓRIA

  1. 13:30 A VIDA DE UMA MULHER 7.1
  2. 15:50 A VIAGEM DE FANNY 6.8
  3. 17:25 NA CAMA COM VICTORIA 6.5

18/6 Domingo

CINEMARK SHOPPING JARDINS

  1. 18:45 O REENCONTRO 7.3

CINEMA VITÓRIA

  1. 13:00 O REENCONTRO 7.3
  2. 15:20 AMANHà8.1
  3. 17:30 ROCK’N ROLL – POR TRÁS DA FAMA 6.5

19/6 Segunda

CINEMARK SHOPPING JARDINS

  1. 18:45  RODIN 4.5

CINEMA VITÓRIA

  1. 13:30 ROCK’N ROLL – POR TRÁS DA FAMA 6.5
  2. 15:45 O FILHO URUGUAIO 6.5
  3. 17:35 A VIDA DE UMA MULHER 7.1

20/6 Terça

CINEMARK SHOPPING JARDINS

CINEMA VITÓRIA

  1. 14:00 TOUR DE FRANCE 5.7
  2. 15:45 UM INSTANTE DE AMOR6.7
  3. 18:00 TAL MÃE, TAL FILHA 5.3

21/6 Quarta

CINEMARK SHOPPING JARDINS

  1. 18:45 TOUR DE FRANCE 5.7

CINEMA VITÓRIA

  1. 13:20 CORAÇÃO E ALMA 7.3
  2. 15:15 TOUR DE FRANCE 5.7
  3. 17:10 DUAS GAROTAS ROMÂNTICAS 7.7

22/6 Quinta

CINEMA VITÓRIA

  1. 13:00 A VIDA DE UMA MULHER 7.1
  2. 13:00 O REENCONTRO 7.3
  3. 17:40 RODIN 4.5

Circuito Cultural Centro acontecerá nos dias 7 a 8 de junho em Aracaju

grande-176124

Circuito Cultural Centro será realizado de 7 a 9 de junho em Aracaju (SE). O evento será uma intervenção cultural e artística em meio às discussões sobre arquitetura e urbanismo, literatura, teatro, cinema, dança, música e museologia.

A programação inclui exposições de arte e oficinas e visitas guiadas, ofertadas ao público em geral em diversos espaços culturais. O acesso é gratuito e não é necessária inscrição prévia, basta ir ao local da atividade e participar.

Confira abaixo a programação completa do Circuito Cultural Centro. Mais informações através do telefone (79) 3218-1551.

7 de junho

10h às 12h
Aula aberta de desenho artístico para iniciantes
Pedro Boeira (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Local: Galeria Álvaro Santos

14h às 16h
Apresentação dança moderna e ballet adulto
Ju Menezes e Adriano (Escola de Artes Valdice Teles)
Local: Palácio Museu Olímpio Campos

Mostra Sesc de Cinema Serigy
Para Leopoldina I 2014 I 23′ I 12 anos
Super Frente, Super 8 I 2015 I 20’ I 12 anos
Passe I 2015 I 20’ I 12 anos
Tototear I 2017 I 16’ I Livre
Local: Cine Vitória

15h às 17h
1º Movimento de teatro da Escola Oficina de Artes Valdice Teles
Tânia Maria e Raimundo Venâncio
Local: Escola Oficina de Artes Valdice Teles

16h às 17h
Coral Encantos da Valdice
Roger (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Local: Palácio Museu Olímpio Campos

Minhas primeiras canções ao violão
Ítalo Barros (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Local: Centro Cultural de Aracaju

Bate papo com realizadores e convidados da Mostra Sesc de Cinema Serigy
Local: Cine Vitória

17h
Apresentação do Coral da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Corales)
Músicas em homenagem a Luiz Gonzaga
Local: Escola do Legislativo

Mostra Sergipana de Curtas
Núcleo de Produção Digital
Local: Centro Cultural de Aracaju

17h às 17h30
Aula abertas dos aprendizes iniciantes de violão popular
Bob Zé (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Local: Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda

17h30 às 18h

Apresentação da Orquestra da Escola Valdice Teles
Maestro Álvaro (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Local: Centro Cultural de Aracaju

Apresentação dos aprendizes de violão popular e contra baixo
Bob Zé (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Local: Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda

18h
Apresentação Musical Renantique
Música Medieval e Renascentista
Local: Escola do Legislativo

Premiação, coquetel e apresentação musical da Mostra Sesc de Cinema Serigy
Local: Cine Vitória

19h às 22h (de 1 a 13 de junho)
Exposição ‘Treze noites com Antônio’
Otávio Luiz
Local: Centro de Cultura e Arte (Cultart)

8 de junho
8h às 10h
“A Casa de Sergipe recebe e presenteia” Visita Guiada pelo presidente do IHGSE e oferta de livros sobre Sergipe
Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe

10h
Roda de Capoeira
Zé Pequeno
Centro Cultural de Aracaju

Aula aberta de desenho artístico para iniciantes
Pedro Boeira (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Galeria Álvaro Santos

14h
Festival Varilux de Cinema Francês
Cine Vitória

Roda de Conversa e Mediação “Restauro e Ressignificação – 90 anos de história, memória e educação do Atheneuzinho”
Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda

15h
Apresentação do coletivo Soroôdory com performace dos atores Rivaldo Santos e Felipe Santos sobre Arthur Bispo do Rosário
Escola do Legislativo

Roda de Capoeira
Zé Pequeno
Centro Cultural de Aracaju

Apresentação das turmas iniciantes e iniciados de musicalização infantil
Maria das Graças (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Centro Cultural de Aracaju

Apresentação das turmas iniciantes e iniciados de ballet
Adriano e Jusiana (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Centro Cultural de Aracaju

15h30
Apresentação de dança moderna e contemporânea com a prof.ª Cleanis
Escola do Legislativo

16h
Mostra Sergipana de Curtas
Núcleo de Produção Digital
Centro Cultural de Aracaju

Apresentação da peça teatral “As aventuras da leitura”
Cia de Arte da Alese
Escola do Legislativo

Visita à Sede da OAB
Casarão na Praça do Mini Golf

OAB – Sede
Festival Varilux de Cinema Francês

Cine Vitória
Apresentação das turmas de violão popular
Ítalo Barros (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)

Centro Cultural de Aracaju
Aula aberta dos aprendizes de flauta

Denise (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Escola de Artes Valdice Teles

17h
Apresentação e cortejo
Grupo Percussivo Burundanga

OAB – Sede
Apresentação da turma de iniciados em dança moderna
Cleanis (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Centro Cultural de Aracaju

18h
Apresentação da turma de violão erudito
Eliana Argolo (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Escola de Artes Valdice Teles

Festival Varilux de Cinema Francês
Cine Vitória

19h
Grupo de estudo de movimento com aprendizes da Escola Oficina de Artes Valdice Teles
Grupo Nova Era
Centro Cultural de Aracaju

9 de junho
10h às 11h
Aula aberta de teatro
Tetê Nahas (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Centro Cultural de Aracaju

14h
Apresentação do Grupo Experimental Canto
Clara Raquel (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Centro Cultural de Aracaju

Festival Varilux de Cinema Francês
Cine Vitória

15h às 16h
Aula aberta de teatro
Tetê Nahas (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda

16h
Apresentação dos alunos de trompete
Roger (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Palácio Museu Olímpio Campos

Apresentação de piano, teclado, acordeom e percussão
Mackou, Cleston, Pequeno (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Centro Cultural de Aracaju

Esquete de dança contemporânea e afro
Cleanis (Escola Oficina de Artes Valdice Teles)
Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda

Festival Varilux de Cinema Francês
Cine Vitória

17h
Aula aberta dos alunos de corda da Escola de Artes Valdice Teles
Bruno, Lucyanne, Fabíola
Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda

Sarau de encerramento do I Colóquio Cidades: Coexistência e Interfaces
Praça General Valadão

Mostra Sergipana de Curtas
Núcleo de Produção Digital
Centro Cultural de Aracaju

18h
Festival Varilux de Cinema Francês
Cine Vitória

G1