ais ou menos

paulo2bleminski252c2bpor2bjbosco

(oração pela descrença)

Senhor,
peço poderes sobre o sono,
esse sol em que me ponho
a sofrer meus ais ou menos,
sombra, quem sabe, dentro de um sonho.
Quero forças para o salto
do abismo onde me encontro
ao hiato onde me falto.
Por dentro de mim, a pedra,
e, aos pés da pedra,
essa sombra, pedra que se esfalfa.
Pedra, letra, estrela à solta,
sim, quero viver sem fé,
levar a vida que falta
sem nunca saber quem é.

Leminki

A “genialidade”do mercado…

subprime

A “genialidade” em inglês com legendas:

Ou em dublagem em português de Portugal:

E no excelente humor britânico:

De bicicleta até a Praia da Joatinga

leblon-ponte-da-joatinga

pontedajoatinga-praia-da-joatinga

O trecho mais difícil foi a Escada Flora May. Que não tem quase escada nenhuma. É uma via estreita de paralelepípedo bem íngreme. Acho que se molhada não dá para subir de carro. Eu subi empurrando a bicicleta. O vídeo abaixo mostra a tal “escada”.

A praia estava submersa porque o mar estava alto. O vídeo abaixo mostra a praia quando exposta.

Voltei para São Conrado pela estrada do Joá.

praia-da-joatinga-leblon

Usei minha Dahon Boardwalk S1.

dahon-boardwalk-review

 

Hashtag SAL

hashtag-sal

#SAL é um programa que mostra a vida de quem mora no mar. Mais do que um programa de curiosidades sobre náutica e veleiros. é uma chance de imaginar como a nossa poderia ser diferente. Assistir este canal é como abrir uma janela para o mar, sente-se, aprecie a vista e sinta a brisa no rosto.

A vida no mar nos faz repensar prioridades. Na cidade frequentemente ignoramos o que realmente importa e esquecemos de onde vem a água, para onde vai o lixo, o quão difícil é fazer energia elétrica e etc… Sobre as águas você consegue observar melhor a natureza, entender o clima, o fluxo das marés e observar o céu. São nuances importantes da nossa existência, que fizeram parte da nossa evolução como espécie, mas que a maioria das pessoas tem ignorado.

https://www.youtube.com/user/hashtagsal/

Chris Kresser fala sobre dieta paleo

Polockonianism

my-pollock-art

http://www.jacksonpollock.org

7 ANOS NO ESTILO DE VIDA PRIMAL: MAIS SAUDÁVEL, FORTE E SÁBIO DO QUE NUNCA!

paleodiet_lw

Abaixo excertos de um depoimento traduzido por Hilton Souza:

“Se a juventude soubesse, se a velhice pudesse” – Henri Estienne

Nós não sabemos o que não sabemos. Aos 20 anos de idade, eu decidi viver como se fosse um homem de 100 anos de idade que recebeu uma nova chance de ser jovem. Nada mudou, é claro, porque não há como simplesmente decidirmos possuir uma vida inteira de experiências. Eu estava à mercê do paradoxo de Estienne. Mas há uma maneira de escapar.

O conhecimento pode ser inacessível aos jovens, mas a vitalidade não é inacessível aos mais velhos. Esse é o presente sem preço do nosso estilo de vida primal: a opção de tanto reter as capacidades da nossa juventude e de multiplicá-las pela experiência dos nossos anos; viver muito, no sentido real.

Agora tenho 40 anos, e talvez esses comentários direcionados ao meu “eu” de 33 possam te ajudar também.

Você não está gordo, está mal-nutrido.

Bem, sim, você poderia suportar perder alguns quilos de gordura – apesar de que muito do que você pensa como “gordura” na verdade seja inflamação crônica.

É o motivo pelo qual o seu humor fica péssimo. É o motivo pelo qual você ganha quilos e mais quilos a cada ano, ainda que lentamente passe fome até morrer. Você não vai conhecer saciedade, saúde ou felicidade até que repare suas deficiências nutricionais, e isso vai levar muito tempo e um monte de comida humana de verdade.

Você acha que gosta de comida-lixo, mas ela não é nada se comparada à comida de verdade.

A vida sem pão e açúcar parece um infinito deserto deprimente e monocromático de miséria e desejo. Você até entende que essas compulsões podem acabar, e isso parece ainda pior: uma porta para sempre fechada aos prazeres da mesa. Seus colegas jocosos dizem “eu nunca poderia entrar numa dieta – gosto demais de comida!”. Você inveja esse hedonismo idiota, mas ele entendeu tudo ao contrário. Vai chegar um momento em que você vai tomar um shake de fígado cru com creme azedo e ter arrepios de prazer. Você vai devorar uma tigela de caldo de ossos com coração de boi e beber até a última gotinha de gordura.

Dois exercícios simples vão te dar força hercúlea: agachamento e levantamento terra

Você já mexeu com máquinas em uma academia de musculação: pulley, flexora de panturrilha, adutora/abdutora… Mas esses são instrumentos de lucro, não de saúde – e têm tanta relação com o condicionamento físico quanto as estatinas têm com o metabolismo mitocondrial mediado por CoQ10 (ok, talvez você ainda não esteja pronto para ler isso🙂. Exercícios que constroem força são ancestrais e descomplicados: peso pesado controlado pelo seu corpo inteiro através do espaço. Aprenda a fazer agachamento de costas com halteres e ganhe força imensa. Aprenda a fazer levantamento terra e triunfe em uma posição de força.

Seus ancestrais carregavam coisas pesadas de um lado para outro, e você também deveria.

Todo mundo à sua volta está correndo em esteiras, correndo rua abaixo, arfando e agitando os braços – se isso funcionasse, seríamos uma sociedade de super-homens.

Seus ancestrais trabalhavam com ferramentas, e você também deveria

Você vai descobrir isso na internet por acidente em alguns dias, e parece chato estragar a surpresa – mas eu acho que é para isso que estou aqui. Seus ancestrais gastaram horas incontáveis cavando, cortando, remando, martelando, lutando, arremessando lanças… e você pode simular tudo isso com uma simples marreta!

Testosterona é uma droga fenomenal

Você esteve deficiente nela por toda a sua vida. A sua inabilidade em crescer uma barba não é genética. Sinto muito em dizer que seus níveis séricos estão dentro do limite normal para mulheres.

Sua carruagem não vai virar abóbora

Isso tudo vai acontecer tão rápido que vai parecer um sonho ou fantasia. E talvez seja assim que a vida é, afinal. Mas apesar dos seus pesadelos, você não vai acordar um dia gordo e doente e fraco novamente. Não há retorno. Você assumiu o legado dos seus ancestrais, e forças muito maiores que você agora te levam e os seus descendentes para o futuro.

in Paleo Diário