Cristianização do mundo

1542806251_361993_1542808853_noticia_normal_recorte1

A reportagem Turista é morto por aborígenes em ilha de visitação proibida pela Índia traz à baila a autonomia dos povos indígenas. Desta vez na Índia que gerou equivocadamente o batismo de “índios” para os povos da América.

A cristianização, tão hipocritamente abusada pelos conquistadores imperialistas nas Américas e outros lugares, ainda ressurge nas mentes catequizadoras do século XXI. Os povos autóctones têm sabedoria ao rechaçar o contato. Na história se confirma o prejuízo certo para o lado mais fraco e o instinto dos aborígenes os guia corretamente.

O vídeo abaixo, centrado nos comentários do Sama, aborda o assunto, entre outros.

Inspirado no vídeo comentei na página do Duplo Expresso:

Eu também gosto muito do livro “Armas, germes e aço“, do Jared Diamond. O Jared Diamond escreveu o artigo “O Pior Engano na História da Raça humana” que citei na minha página Paleo Links. Os Jivaros estão citados na cena final do filme “Os Fantasmas se Divertem” e há uma polêmica sobre eles envolvendo o mito do “Bom selvagem”. Acho que a polêmica envolve o Jared Diamond e outro cientista. Não consegui localizar ainda.

Vi um vídeo surpreendente, para mim pelo menos, onde Daniel Dennett Daniel Everett (Ver Errata abaixo) conta que já foi missionário entre os índios. Não consegui ainda recuperar o link do vídeo ainda. No vídeo ele conta que contava histórias de Jesus para os índios com a intenção de catequizá-los. Os índios acompanhavam com atenção as histórias e parece que até estas foram vertidas para a linguagem dos mesmos. Dennett Everett se surpreendia com o interesse excessivo pela história do apedrejamento da prostituta história da decapitação de São João Batista. Os índios sempre pediam para repetir a história e riam muito durante (No artigo Tribo dos assobiadores felizes afirma-se que “a tribo se assustou com a história da decapitação de São João Batista”). Certo dia os índios procuraram Dennett dizendo que gostavam muito dele mas não queriam mais ouvir as histórias que contava. Não me lembro mais detalhes do vídeo. Dennett Everett declara que os índios e a sua forma de viver e ver o mundo o influenciaram muito na abordagem da religião e no seu ateísmo.

[Update]

Encontrei o vídeo do Everett (Veja abaixo). Fiquei surpreso com o vídeo porque pensava que era do Dennett. Mas ainda resta o fato inusitado da “desconversão” do Everett pelos índios do Brasil.

Há vários outros. Um deles segue abaixo:

Errata:

O nome do missionário “desconvertido” pelos índios da Amazônia brasileira é Daniel Everett e não Daniel Dennett.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s