Subindo o morro

violencia-no-rio-de-janeiro-1-750x354

Nos anos 60, [Juca Chaves] montou um circo nas proximidades da Lagoa Rodrigo de Freitas, do Corte de Cantagalo. Ali apresentou seu show Menestrel Maldito. Conforme o próprio Juca, o nome do circo era uma sigla: S de “snob”, D de “divino Dener“, R de “ralé”, U de “uanderful”, W de “water-closet”, S de “Sdruws mesmo”.

O humorista costumava contar a seguinte história sobre o Sdruws, perto do qual ficava uma favela. Juca convidara para o circo políticos, empresários e também pessoal da alta-sociedade carioca, e antes da primeira apresentação resolveu reunir os líderes da favela para lhes falar com franqueza, indo direto ao assunto: “Vim aqui para saber como vai ficar o negócio do roubo!” – Uma mulher baixinha, morena, (líder da favela), foi logo respondendo com firmeza: “Olha aqui seu Juca, nós entendemos a sua preocupação e lhe agradecemos pela sinceridade, mas pode o senhor ficar tranqüilo, porque a nossa comunidade já se garantiu, e pediu proteção à polícia!”.

Wikipedia

Esta piada é datada de uma época em que se podia dizer que ia chamar a polícia (talvez). De uns tempos para cá é melhor chamar o ladrão, como Chico Buarque cantava numa música expressando o desespero de quem não tem mais para quem apelar.

Por causa de uma faixa numa passarela talvez tenha havido um diálogo, como abaixo, em algum lugar sinistro:

— “Botaram uma faixa na Rocinha.”

— “E o que dizia?”

— “Que o morro pode descer.”

— “Vamos nos antecipar então.”

— “Como?”

— “Vamos subir antes que o morro desça.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s