O crime perfeito

the-perfect-crime-garden

Se não houvesse as aparências, o mundo seria um crime perfeito, quer dizer, sem criminoso, sem vítima e sem móbil. Um mundo do qual a verdade se teria retirado para sempre, e cujo segredo não seria nunca desvendado, por falta de marcas.

O crime perfeito, Baudrillard

Está noticiada a prisão de Lula como coisa certa. Sem provas ao que se sabe. Só convicções. Convicções marteladas na mente da população a ferro e fogo na bigorna da mídia.

A prisão de Lula equivale a uma imediata condenação aos olhos da massa já amoldada para esta conclusão. Uma crença injustificada de que a justiça é justa vai levar a concluir, apressadamente, que se foi preso é porque “eles” sabem de algo a que não temos acesso. Gravações não reveladas, denúncias etc. O segredo de justiça, supostamente idealizado para proteger as investigações contra manipulações, é perfeito para estabelecer o mistério e alimentar especulações sem fim. Especulações que a nossa imprensa hiper-realista sabe muito bem reverberar como discípula aplicada de Goebbels.

Querem eliminar o dilema diretas x indiretas. Ficará indiferente.

O crime perfeito. Não de Lula. Mas da imprensa, agora o nosso deus ex-machina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s