In Memoriam – Lynn Margulis e a mitocôndria

 

Uma das descobertas mais fascinantes da biologia foi sobre a origem das mitocôndrias. Pela Margulis, que morreu hem 22 de novembro passado e foi esposa de Carl Sagan.

[…] a visão da evolução como uma luta crônica e encarniçada entre indivíduos e espécies, distorção popular da idéia darwiniana de “sobrevivência dos melhores dotados”, desaparece com a nova imagem de cooperação contínua, interação íntima e dependência mútua entre formas de vida. A vida não ocupou a Terra após um combate, mas estendendo uma rede de colaboração em sua superfície. As formas de vida se multiplicaram e se fizeram cada vez mais complexas, integrando-se com as outras, em vez de fazê-las desaparecer.

Incapazes de observar o microcosmo a olho nu tendemos a menosprezar a sua importância. No entanto, dos três bilhões e meio de anos que a vida tem acontecido na Terra, a história completa da humanidade, da vida das cavernas ao apartamento moderno de nossa dias, representa muito menos de um por cento de deste tempo. A vida na Terra não só se originou em um primeiro momento de sua história como planeta, mas durante os dois primeiros bilhões de anos seus únicos habitantes eram exclusivamente microorganismos bacterianos.

Na verdade, as bactérias são tão importantes e, portanto, é a sua evolução, que a divisão fundamental dos seres vivos na Terra não são os tradicionalmente supostos plantas e animais, mas entre procariontes (organismos consistindo de células sem núcleo, isto é, bactérias) e eucariontes (todas as outras formas de vida). Nos primeiros dois bilhões de anos, os procariontes transformaram continuamente a superfície da Terra e a atmosfera. Eles eram inventores, em escala reduzida, de todos os sistemas químicos essenciais para a vida, algo que o ser humano está ainda longe de conseguir. Esta biotecnologia antiga e avançada levou ao desenvolvimento da fermentação, fotossíntese, o uso de oxigênio na respiração e a fixação do nitrogênio atmosférico. Também foi a causa de várias crises nitrogênio atmosférico. Também foi a causa de várias crises de fome, poluição e extinção em uma escala planetária antes que as formas de vida de maior tamanho fossem vislumbradas.

Trecho da Introdução de

Microcosmos, Margulis e Sagan

Veja abaixo um vídeo interessante sobre o microcosmos:

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s