A cor que caiu do céu em Mariana

6ft0ftp4eg0t1bpzqqqnxakio1_500

Lovecraft no seu conto de terror “A cor que caiu do céu” fala de um meteoro que cai numa fazenda e torna todo o ambiente contaminado de uma presença fantasmagórica e misteriosa que contamina o ar, a terra, as águas, as plantas, os animais e os homens. As terras próximas à queda do meteorito tornam-se aos poucos estéreis e afastam todos devido ao instigante mal estar que se apossa de quem adentra aqueles ermos. Muitos enlouquecem e definham inexoravelmente.

size_810_16_9_casa-soterrada-por-lama-apos-barragem-romper-em-minas-gerais

Em Mariana nada caiu do céu mas de uma altura infinitamente menor uma lama ferruginosa se derramou de uma barragem rompida espraiando-se por uma área infinitamente maior do que a do conto de Lovecraft. Atualmente caminha para o mar para completar uma tragédia ambiental descomunal. Reféns do status quo as pessoas na cidade de Mariana pedem pela conservação da indústria ofensora do meio ambiente.

Na foz do Rio Doce o dilema: o estuário assoreado pode deter a maré marrom e prejudicar ainda mais os locais que preferem a dragagem para que os sedimentos malígnos se diluam na “imensidão” do mar sem ter uma dimensão do tamanho grandioso do que está vindo, tão grande que é capaz de prejudicar de forma talvez irreversível uma parte enorme da flora e fauna marinhas.

Os pescadores reclamam de que a muito tempo o assoreamento da foz os prejudica na pesca e, contraditoriamente, querem dar passagem livre para uma maré, que indo para o mar deve acabar com a pesca e muito mais por longo tempo. Passando ou retida a maré na foz o impacto nunca vai ser desprezível.

A capacidade aumentada de destruir o meio ambiente foi nos dada pela tecnologia rapidamente. A tecnologia, filha das necessidades das massas, não representa uma solução para resolver o problema da devastação que é sistêmico, sistemático até, massivo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s