Páleo e autoimunidade

Uma vez abertas as portas da permeabilidade intestinal, a coisa vira uma loteria. Na melhor das hipóteses, desenvolve-se um quadro de inflamação crônica de baixo nível (low level chronic inflamation); na pior das hipóteses, autoimunidade franca.
A especificidade dos autoanticorpos determinará então a sintomatologia: dermatites, artrites, rinites, polineuropatias, cistites não infecciosas, todas “idiopáticas”, e todas com alta taxa de remissão após a retirada completa do agente agressor.

REPITO, não são anticorpos contra o glúten (por isso, os exames de doença celíaca serão NEGATIVOS). São anticorpos contra uma miríade de outros antígenos que ganham acesso ao sistema imunológico devido a um aumento da permeabilidade intestinal (“leaky gut”), sendo o glúten apenas o agente desencadeador do processo, através do efeito da gliadina sobre a zonulina.

Blog Dr. Souto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s