Holy Motors

vlcsnap-2013-03-20-10h21m17s6 vlcsnap-2013-03-20-10h18m28s106 vlcsnap-2013-03-20-10h17m42s154

Holy Motors é sobre o que? Uma metáfora sobre o cinema? Ou algo mais? Durante o filme é citada uma paranóia. As cameras eram grandes. Não são mais. Tendem para o nanotubo. Tornadas invisíveis. Tornadas ubíquas. Um big brother universal mais efetivo que na distopia 1984. A ação transferida para surrogates. Não individuais e exclusivos como em Surrogates (2009). Estamos abrindo mão da ação num extremado nilismo. O noticiário, o cinema, os big brotthers pelo mundo afora, as cameras de segurança, a novelas nos preparam incessantemente para o voyeurismo universal. Para o sacrifício vicário da própria vida. E ao mesmo tempo já o realizam…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s