Em casa com Iasmim antes do Natal


Fomos à praia. De volta às piscininhas. O dia ainda está lindo. Falei com Aurélio por telefone. Chico Cruz ligou. Vou tentar me encontrar com meus amigos mas não sei se vai dar tempo para rever e ligar para todos eles. Hoje combinei com Mateus que vamos acertar as providências para a viagem a Maragogi.

Nas “horas vagas” estou lendo os 64 contos de Rubens Fonseca do livro de Mateus. Em paralelo leio também o livro de crônicas que trouxe comigo.

Sairam todos de novo para as compras dos últimos presentes. Ficamos eu e Iasmin. Deram um presente de Natal antecipado para distrair Iasmin de seus incessantes pedidos de “pissiar”. Tranquei a mim e a ela no quintal. Ela ficou brincando na grama com as panelinhas de plástico. Deitei me sobre uma toalha de praia e fiquei lendo Rubens Fonseca. Depois de brincar na grama Iasmin resolveu sentar na minha barriga, continuando a brincar. Pensei que minha hérnia não fosse aguentar. Não reclamei. Daqui a pouco deitou no meu peito. Mostrei um pardal nos fios sobre o fundo azul de um céu quase sem nuvens. Adormeceu. Deixei a com cuidado sobre a toalha. As formigas começaram a atacá-la. Levei-a para cima. Dormiu, com uma brisa que entrava pela janela, até depois do pessoal chegar.

Agora foram todos para a casa da D. Teresa ajudá-la com o preparativos de Natal. Estou só na casa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s